Ucraniana desiste da Paralimpíada após pai ser capturado por russos

Atleta de 19 anos deixou de competir na prova de biatlo

Por Agência Brasil
Publicado em 9 de março de 2022 às 14:25
...

A biatleta ucraniana Anastasiia Laletina foi forçada a desistir do evento de meia distância nos Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim, na terça-feira (8), depois que seu pai foi capturado pelas forças russas, disse um porta-voz do Comitê Paralímpico da Ucrânia à Reuters.

O pai de Laletina é um soldado do exército ucraniano. O porta-voz disse que não tinha mais detalhes sobre sua captura.

A invasão da Ucrânia pela Rússia no mês passado, que Moscou descreve como uma “operação especial” para desarmar o país vizinho, levou o Comitê Paralímpico Internacional a banir atletas russos e bielorrussos dos Jogos.

Belarus tem sido uma área chave para as tropas russas.

O porta-voz disse que Laletina, de 19 anos, ainda estava em Zhangjiakou – local dos eventos de esqui cross-country e biatlo – e voará para a Polônia com o restante da delegação no final dos Jogos.

Apesar da incerteza inicial em torno de sua participação, a Ucrânia continuou a colecionar medalhas nos Jogos nesta quarta-feira ao conquistar uma prata e um bronze no esqui cross-country. Eles estão em terceiro na tabela, atrás da anfitriã China e do Canadá.

© SDC - Todos os diretos reservados.