Polícia investiga denúncia de intolerância religiosa contra Casa Fanti Ashanti em São Luís

No momento da ocasião, a Casa Fanti Ashanti estava realizando uma festividade quando foi interrompida pelo grupo de evangélicos

Por Adriano Gustavo
Publicado em 26 de abril de 2022 às 17:08

Um caso de intolerância religiosa ganhou grande repercussão nas redes sociais, após um grupo de evangélicos realizar um culto em frente à Casa Fanti Ashanti no bairro do Cruzeiro do Anil, em São Luís. O crime ocorreu na tarde do último domingo (24).

No momento da ocasião, a Casa Fanti Ashanti estava realizando uma festividade quando foi interrompida por manifestações do grupo de evangélicos.

A Comissão da Liberdade Religiosa da Ordem dos Advogados do Brasil, diz que ainda não foi oficialmente notificada, mas que está acompanhando a denuncia e cobrando por respostas. O caso está sendo investigado pela polícia.

Confira a reportagem:

Nota:

A Comissão de Liberdade Religiosa da Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão vem a público informar que está acompanhando de perto a situação de uma possível violação de direitos relacionados à liberdade religiosa que ocorreu no dia 24 de abril de 2022 na “Casa Fanti Ashanti”, reconhecido terreiro de religião de matriz africana situado no bairro do Anil, nesta capital.

Após tomar conhecimento das denúncias pelas redes sociais foi enviado um membro consultivo da Comissão com o fito de verificar as informações para que sejam exigidas e fiscalizadas as medidas cabíveis a serem adotadas pelas autoridades competentes.

A Comissão de Liberdade Religiosa reitera que buscará, como meio de resolução deste possível conflito, o diálogo entre os envolvidos e prestará todo o acompanhamento institucional que o caso necessite conforme as suas atribuições regimentais.


© SDC - Todos os diretos reservados.