Funcionários da Ebserh realizam manifestação em São Luís para acordo salarial

Em São Luís, os funcionários do Hospital Universitário são contratados por essa empresa, e estão aderindo à greve

Por Daphne Ramos
Publicado em 23 de setembro de 2022 às 10:06
...

Trabalhadores da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) realizam nesta manhã (23) uma manifestação para a realização do acordo salarial 2022/2023. A greve começou desde a última quarta-feira (21).

O movimento acontece em todo o país. Em São Luís, os funcionários do Hospital Universitário são contratados por essa empresa, e estão aderindo à greve.

As atividades no hospital estão reduzidas temporariamente por conta da manifestação, e há a pena de multa diária de R$ 50.000,000 em caso de descumprimento do percentual mínimo de manutenção de trabalhadores.

Confira a nota da Ebserh:

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) informa que a relatora do dissídio coletivo no Tribunal Superior do Trabalho (TST), determinou o percentual mínimo de manutenção de trabalhadores, em seus locais de trabalho, na base de 50% (cinquenta por cento) em cada área administrativa e de 60% (sessenta por cento) para cada área médica e assistencial, sob pena de multa diária de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), em caso de descumprimento.

Com o início das manifestações, fica ainda mais clara a vontade dos empregados, semelhante à da Ebserh, em uma resolução rápida para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT). Diante do impasse nas negociações, a Ebserh peticionou no TST, pedido para análise dos ACT’s em curso, requerendo o julgamento imediato do dissídio coletivo, inclusive quanto aos ACTs em aberto.

A gestão está trabalhando para mitigar os impactos na assistência e priorizando os atendimentos de maior gravidade, além de readequar as escalas para manter os serviços em funcionamento. No HU-UFMA, não foi necessário, até o momento, a suspensão de serviços.

© SDC - Todos os diretos reservados.