Pedro faz três gols em cinco minutos, e Flamengo goleia o Bragantino no Maracanã

Além de se recuperar no Brasileirão, o Flamengo tira uma pedra no sapato

Por Camilo Durans
Publicado em 2 de outubro de 2022 às 08:33
...

O Flamengo abriu o decisivo mês de outubro, em que vai ter a final da Copa do Brasil e Libertadores, fazendo as pazes com a vitória no Campeonato Brasileiro. Após quatro jogos sem vencer pelo torneio (dois empates e duas derrotas), o Rubro-Negro goleou o Bragantino por 4 a 1, neste sábado, no Maracanã, pela 29ª rodada.

Além de se recuperar no Brasileirão, o Flamengo tira uma pedra no sapato. O clube carioca ainda não havia vencido o Bragantino desde o retorno do rival à Série A, em 2020. Eram três empates e duas rodadas até este sábado.

O Bragantino também foi responsável por provocar uma mudança de rota no Flamengo em 2022. O técnico Paulo Sousa foi demitido do clube carioca após a derrota no turno.

O contexto do jogo deste sábado foi ataque contra defesa. Luan Cândido foi expulso logo aos três minutos da partida. Assim, o Flamengo alugou o campo ofensivo. O placar de 1 a 0 no primeiro tempo foi barato e em função de grande atuação de Cleiton. Na etapa final, em pênalti bobo cometido por Vidal, o Bragantino empatou. Contudo, não resistiu a Pedro. De volta da Seleção Brasileira, ele fez três gols no segundo tempo.

Com a vitória, o Flamengo pula para 48 pontos no Campeonato Brasileiro. No momento, está na quarta colocação (o Corinthians ainda joga na rodada). Já o Bragantino continua com 35 pontos e está em 14º lugar.

Na próxima rodada, o Flamengo recebe o Internacional, nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. Já o Bragantino enfrenta o Cuiabá, quarta, 19h (de Brasília), no Nabi Abi Chedid.

O duelo entre Flamengo e Bragantino

O Flamengo tomou a iniciativa do jogo. Aos três minutos, Arrascaeta recebeu com liberdade e lançou Gabigol. O atacante invadiu a área e foi puxado por Luan Cândido. Pênalti. O lateral-esquerdo foi expulso. Gabigol, contudo, perdeu a cobrança: acertou a trave.

O jogo se transformou em ataque contra defesa. O gol rubro-negro não demorou. Aos 11, Arrascaeta achou Gabigol. Ele tocou na saída de Cleiton e fez 1 a 0. Arrascaeta, aos 17, quase fez um golaço. Ele se livrou da marcação e chutou da entrada da área. Cleiton mandou para escanteio.

O goleiro do Bragantino fez milagre aos 26. Everton Ribeiro recebeu dentro da área e finalizou. Cleiton salvou. Aos 30, após bela trama, Léo Ortiz desviou a finalização de Gabigol e evitou o segundo gol carioca. No escanteio, Fabrício Bruno desviou e mandou para fora.

O Bragantino buscava o contra-ataque. Em um rara oportunidade, Artur desceu pela direita, mas a zaga rubro-negra conseguiu bloquear. O Flamengo rodava a bola e criava chances. Everton Ribeiro e Ayrton Lucas levaram perigo. Aos 48, Cleiton foi buscar praticamente no ângulo a finalização de Vidal de fora da área. Pelo contexto, o 1 a 0 ficou barato para o clube de São Paulo.

Pedro brilha no segundo tempo

Dorival Júnior colocou o Flamengo à frente. Everton Cebolinha entrou no lugar de Thiago Maia. Aos 33 segundos, Vidal, imprudente, derrubou Eric Ramires na área. Pênalti. Helinho, aos dois minutos, deslocou Santos e empatou: 1 a 1.

Cleiton novamente apareceu bem. Aos cinco minutos, Gabigol cruzou para Pedro. O centroavante cabeceou e viu o goleiro defender. O Bragantino conseguiu suportar o quanto pôde. Aos 20, Cebolinha cruzou da esquerda e Pedro desviou: 2 a 1.

O Flamengo ampliou na sequência. Rodinei acionou Arrascaeta pela direita. O meia uruguaio cruzou na medida para Pedro. De peito, ele fez 3 a 1, aos 24 minutos. O centroavante chegou ao hat-trick no minuto seguinte. Ele recebeu de Ayrton Lucas e soltou a bomba: 4 a 1.

Com a vitória garantida, Dorival Júnior tirou Arrascaeta e Pedro. Ele colocou Victor Hugo e Marinho. Cebolinha, após cobrança de escanteio, quase fez o quinto. O Flamengo abriu o importante outubro com goleada no Maracanã.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 4X1 BRAGANTINO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 01/10/2022, sábado

Horário: 19h (de Brasília)

Público e renda: 44.558 pagantes / 46.698 presentes / R$ 2.079.219,25

Árbitro: Anderson Daronco (RS-Fifa)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS-Fifa) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Rodrigo D Alonso Ferreira (SC)

Cartão amarelo: Arrascaeta (Flamengo)

Cartão vermelho: Luan Cândido (Bragantino)

Gols:

Flamengo: Gabigol, aos 11′ do 1ºT, e Pedro, aos 20′, aos 24′ e aos 25′ do 2ºT

Bragantino: Helinho, aos 2′ do 2ºT

FLAMENGO: Santos; Rodinei (Varela), Fabrício Bruno, Pablo e Ayrton Lucas; Thiago Maia (Everton Cebolinha), Vidal, Everton Ribeiro (Matheus França) e Arrascaeta (Victor Hugo); Gabigol e Pedro (Marinho)

Técnico: Dorival Júnior

BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Raul (Praxedes), Lucas Evangelista e Hyoran (Hurtado e depois Eric Ramires); Artur, Helinho (Sorriso) e Carlos Eduardo (Jadsom)

Técnico: Maurício Barbieri

© SDC - Todos os diretos reservados.