Irã divulga relatório preliminar sobre morte de Mahsa Amini

Governo se compromete a investigar incidente

Por Redação
Publicado em 3 de outubro de 2022 às 11:56
...

Nesta segunda-feira (3), foi divulgado relatório preliminar sobre a morte da jovem curda Mahsa Amini, de 22 anos, após ser detida pela polícia da moralidade. O documento visa “mostrar a determinação da República Islâmica do Irã em ilustrar os fatos do incidente”.

A Embaixada da República Islâmica do Irã em Lisboa comunicou que o governo iraniano se comprometeu a “investigar o incidente imediatamente e sem tolerância” e a “lidar legalmente com qualquer negligência ou possível violação relacionada à causa” da morte de Amini.

A morte gerou protestos no Irã e em outros países contra as leis do governo iraniano e a repressão que atinge sobretudo as mulheres. Amini morreu sob custódia, em 16 de setembro, três dias depois de ser
detida por supostamente violar as regras rígidas do Irã para as mulheres usarem lenços hijab e roupas modestas.

© SDC - Todos os diretos reservados.