Moraes diz que filas e eventual atraso na votação serão analisados

Expectativa é que, com menor número de candidatos, segundo turno leve menos tempo

Por Redação
Publicado em 3 de outubro de 2022 às 10:17
...

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, afirmou que a geração de grandes filas e a eventual demora na votação serão analisadas individualmente. Segundo ele, entre as causas, estariam aproximadamente 7,5 milhões de eleitores que decidiram ir às urnas no domingo (2), em vez de optar pela abstenção.

A alteração na urna eletrônica, que incluiu um segundo de pausa entre a confirmação e o voto, também foi apontada como um dos motivos do atraso. Em alguns casos, o leitor biométrico também não conseguiu verificar a identidade do eleitor. Outro ponto analisado será o pico nos horários de votação.

A expectativa é que, com um número menor de candidatos, o eleitor leve menos tempo para votar no segundo turno. “Eu nunca tive e continuo não tendo dúvidas de que a maioria da população brasileira acredita fielmente nas urnas eletrônicas. E o aumento dos votos válidos demonstram exatamente essa confiança na Justiça Eleitoral”, ressaltou Moraes.

© SDC - Todos os diretos reservados.