Britânicos acusam Rússia de usar drones para atacar instalações de energia

Equipamentos de origem iraniana vêm sendo utilizados desde setembro por Moscou

Por Redação
Publicado em 23 de novembro de 2022 às 09:58
...

O Ministério da Defesa do Reino Unido afirmou, nesta quarta-feira (23), que a Rússia está usando drones iranianos para atacar, além de bases militares, instalações de energia elétrica na Ucrânia. Segundo o relatório de inteligência, divulgado diariamente pela pasta, os equipamentos estão sendo utilizados desde setembro por Moscou.

“A Rússia tem usado amplamente essas armas contra alvos militares táticos e a rede elétrica ucraniana. Recentemente os comandantes russos provavelmente também queriam que os drones de origem iraniana priorizassem as instalações médicas como alvos de oportunidade e os atacassem com munições guiadas, se identificadas”, disse o governo.

O ministério aponta ainda que a aquisição e utilização dos drones pelos russos acontece em meio à escassez de mísseis de cruzeiro. A abordagem, no entanto, teve sucesso limitado, uma vez que a maioria dos equipamentos foi neutralizada pela defesa ucraniana. A previsão é que Moscou compre novos modelos para avançar no ataque.

O constante bombardeio russo em instalações de energia já deixou mais de 10 milhões de ucranianos sem luz. De acordo com o governo, estima-se que quase metade de todo o sistema de eletricidade tenha sido comprometido devido aos ataques, situação preocupante com a chegada do inverno. Em algumas partes do país, as temperaturas já estão negativas.

© SDC - Todos os diretos reservados.