Posse de Lula terá esquadrão antibombas e atiradores de elite

Esquema de segurança para o evento está sendo negociado com equipe do presidente eleito.

Por Redação
Publicado em 3 de dezembro de 2022 às 10:13
...

O esquema de segurança para a posse de Luiz Inácio Lula da Silva terá esquadrão antibombas, barreiras para drones e atiradores de elite. A menos de 30 dias da cerimônia, brasília se prepara para receber o público que irá acompanhar as solenidades e os shows musicais.

As forças de segurança preparam um esquema especial para o dia da posse, 1° de janeiro. As medidas ainda estão em negociação com a equipe de Lula, já que o presidente eleito pretende desfilar em carro aberto. Cerca de 700 policiais federais devem ser mobilizados, assim como agentes à paisana e um esquadrão antibombas.

Atiradores de elite serão posicionados no telhado dos principais edifícios e barreiras antidrones serão acionadas. O espaço aéreo deve ser fechado durante o deslocamento de Lula até o Congresso Nacional e, depois, até o Palácio do Planalto. As ações das equipes de segurança, tanto para a diplomação no próximo dia 12, como para a posse estão sendo acertadas entre a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal e a Polícia Federal.

A expectativa da rede hoteleira de Brasília é que a taxa de ocupação passe de 95%. Até 300 mil pessoas são esperadas no dia da posse.

“Eu acredito que na próxima semana, até o dia 15, já comece aí um movimento de esgotamento de vagas”, afirma Henrique Severien, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih).

Com as diárias em hoteis mais caras e disputadas, as pessoas começaram a buscar alternativas. Uma delas é a hospedagem solidária. O coordenador do Comitê Popular do PT no centro-oeste, José Doralvino, colocou à disposição três quartos da casa dele, que fica a cerca de 15 quilômetros do local da posse.

Ele já avalia adaptar outros espaços, como a brinquedoteca do filho para receber mais viajantes. “Sempre cabe mais um, mas a gente sabe que quanto melhor organizar, quanto mais cedo as pessoas se cadastrarem nos diretórios, a gente vai ter uma dimensão melhor de como vai ser a quantidade de pessoas”, diz José.

Partidos também estão organizando alojamentos nos arredores de Brasília.

*Com informações do SBT News

© SDC - Todos os diretos reservados.