Paris promete manter atletas russos e bielorrussos fora das Olimpíadas

Declaração atende pedidos da Ucrânia para banir participantes dos Jogos de 2024

Por Iranildo Franca
Publicado em 15 de março de 2023 às 08:58
...

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, afirmou, na terça-feira (14), que fará de tudo para evitar a participação de atletas russos e bielorrussos nas Olimpíadas de 2024, que será sediada na capital francesa. Segundo ela, é “impensável” que o Comitê Olímpico Internacional (COI) permita a atividade dos grupos nos Jogos em meio à ofensiva na Ucrânia.

“Não consigo imaginar que eles (COI) tomem essa decisão. Não consigo imaginar por um segundo que o COI queira deixar tal legado. Então, farei tudo o que puder para garantir que isso não aconteça”, disse Hidalgo ao jornal esportivo francês L’Equipe.

A declaração acontece devido à pressão instaurada por autoridades ucranianas para que o COI não aceite atletas russos ou bielorrussos nos Jogos de 2024. Isso porque, em janeiro, o Comitê disse estar estudando autorizar a participação de atletas com passaportes russos e bielorrussos competirem como “neutros”, o que não agravou Kiev.

“A Rússia ganhou 71 medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio, 45 deles foram vencidos por atletas que também são membros do Clube Esportivo Central do Exército Russo. O exército que comete atrocidades, mata, estupra e saqueia. Este é quem o ignorante COI quer colocar sob bandeira branca permitindo competir”, afirmou o governo.

Apesar das alegações, o chefe do comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Paris, Tony Estanguet, disse que a prefeitura não está em condições de decidir e que o COI terá a “última palavra” sobre a participação dos atletas. Ele afirmou ainda que a prioridade não são as Olimpíadas, mas sim como a guerra pode ser resolvida e como os organizadores podem auxiliar os participantes ucranianos.

Fonte: SBT News

© SDC - Todos os diretos reservados.