Desmatamento na Amazônia registra queda de 60% em agosto

Perda florestal chegou a 568 km²; acumulado do ano é o menor desde 2018.

Por Bianca Menezes
Publicado em 2 de outubro de 2023 às 09:45
...

O desmatamento na Amazônia registrou 568 km² em agosto deste ano. O número, divulgado pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente (Imazon), representa uma queda de 60% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram derrubados 1.415 km². Com isso, o acumulado do ano chega a 2.970 km², o menor nível desde 2018.

O Estado que mais desmatou a Amazônia em agosto foi o Pará, responsável por 33% de toda a destruição no período, seguido pelo Amazonas (25%). Junto com o Acre, os estados concentram 77% de toda a derrubada na Amazônia Legal, com destaque negativo para o terceiro estado (19%). Roraima e Maranhão também tiveram alta na perda florestal. 

Desmatamento Amazônia em agosto | Reprodução/Imazon

Apesar da melhora na devastação da Amazônia, o território devastado de janeiro a agosto deste ano equivale a quase duas vezes o tamanho da cidade de São Paulo. Bianca Santos, pesquisadora do Imazon, avalia que, para zerar a derrubada, o governo deve fortalecer as ações de fiscalização e punição à devastação ilegal.

“Estamos reiteradamente alertando sobre o avanço do desmatamento no sul do Amazonas, na região de divisa com Acre e Rondônia. Conhecida como Amacro, a área possui uma forte pressão pela expansão agropecuária. Por isso, são necessárias medidas urgentes de fiscalização e destinação de terras públicas na região para evitar novas derrubadas ilegais, como infelizmente estamos vendo todos os meses”, diz Bianca.

Fonte: SBT News

© SDC - Todos os diretos reservados.