Brasil deve entrar na Opep+, grupo internacional de produtores de petróleo

Presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, confirma que Brasil deve assumir papel de cooperação e observação, mas não vai pagar cotas de produção

Por Jornalismo
Publicado em 1 de dezembro de 2023 às 10:59
...

O Brasil deve entrar para o grupo de produtores de petróleo Opep+ com papel de cooperação e observação das decisões, mas sem realizar pagamentos para o sistema de cotas de produção. A informação é da agência Reuters, após entrevista concedida pelo presidente da Petrobras, Jean Paul Prates.

“Eles chamam outros países que não têm direito a voto e não são impostas cotas a esses países. Jamais participaríamos de uma entidade que estabelecesse cota para o Brasil, ainda mais com o apoio da Petrobras, que é uma empresa aberta no mercado e não pode ter cota”, afirmou o executivo.

Prates também analisou que as regras de funcionamento da plataforma serão analisadas pelo Brasil para tomada de decisão em junho do próximo ano.

A Opep+ reúne os principais produtores de petróleo do mundo. O convite ao Brasil foi anunciado nessa 5ª feira após reunião do grupo que contou com a participação do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira.

Segundo a Reuters, Silveira disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou a carta de cooperação com o grupo de países produtores de petróleo a partir de janeiro de 2024.

© SDC - Todos os diretos reservados.