“Nossa principal missão é levar internet banda larga para todas as escolas públicas do país”, afirma ministro Juscelino Filho

Em entrevista concedida à Revista Veja, ministro das Comunicações explica as prioridades da Pasta para 2024

Por Redação
Publicado em 26 de janeiro de 2024 às 14:44
...

Os principais programas do Ministério das Comunicações (MCom) receberam destaque na Revista Veja, periódico semanal que nesta sexta-feira (26) traz uma entrevista com o ministro das Comunicações, Juscelino Filho. A Estratégia Nacional de Escolas Conectadas (Enec) é mencionada como prioridade. “A nossa principal missão é levar internet banda larga para todas as escolas públicas do nosso país até 2026. É o nosso maior desafio. Estamos falando de mais de 138.000 escolas, claro que algumas delas já têm internet banda larga, mas não um número significativo”, destacou o ministro.

A Enec foi lançada em setembro de 2023, com o objetivo de universalizar a conectividade na educação básica até 2026. A iniciativa é coordenada pelos ministérios da Comunicação (MCom) e da Educação (MEC) e conta com investimento de R$ 8,7 bilhões de reais.

“O presidente Lula falou pra mim: ‘Eu quero que o filho do pobre tenha o mesmo acesso a um ambiente digital numa escola pública que o filho de alguém que tem condição de pagar uma escola privada’. É um desafio transformador. Melhorar o nível de educação é o caminho para atingir um IDH melhor”, declarou o ministro Juscelino Filho ao periódico semanal.

Tecnologia 5G

Outro tema destacado pelo ministro Juscelino Filho na entrevista é a expansão da tecnologia 5G, bem como a melhoria da qualidade da telefonia móvel. “Nós estamos implementando e expandindo a rede 5G, e tem um cronograma do leilão que está sendo seguido. Nosso país já tem cerca de 320 cidades que estão com o 5G ativo”, detalhou.

O ano de 2023 é considerado um marco na implementação do 5G no Brasil, um divisor de águas no âmbito da tecnologia de redes móveis, responsável por levar mais qualidade de vida para mais de 140 milhões de brasileiros.

Com o salto na velocidade da internet móvel, houve redução do tempo entre o estímulo e a resposta da rede de telecomunicações (baixa latência); o aumento da quantidade de dispositivos conectados em uma determinada área; o incremento da quantidade de dados transmitidos por unidade de espectro eletromagnético; e a redução do consumo de energia, com consequente aumento da sustentabilidade.

“Nós instituímos uma ‘blitz’ para monitorar a qualidade do sinal 4G e 5G nas cidades. Já fomos a Cuiabá (MT) e São Luís (MA), lugares que estavam às voltas com uma CPI da telefonia móvel. Os técnicos estão verificando o funcionamento do sistema, preparando relatórios e estamos notificando as operadoras para que apresentem, em até trinta dias as providências que pretendem tomar”, reforça o ministro Juscelino Filho.

Serviço Postal

“Tanto do ponto de vista estratégico como de políticas públicas, podemos usar a capilaridade dos Correios presente em todos os municípios. Para mim, a maior empresa pública do país são os Correios”, registra o ministro das Comunicações Juscelino Filho nas páginas da revista Veja.

O fortalecimento dos Correios, entidade vinculada ao Ministério das Comunicações, é uma das prioridades da pasta, em sintonia com o governo federal. “O presidente determinou que a gente buscasse o seu fortalecimento, a valorização dos profissionais, ampliasse os centros de distribuição e logística e buscasse melhorar os serviços para que a empresa retomasse o processo de investimento, que estava parado”.

Dentro das ações de fortalecimento das empresas públicas, R$ 856 milhões serão destinados para modernização do parque logístico nacional dos Correios pelo Novo PAC. Os recursos serão utilizados para a aquisição de novos sistemas automatizados de triagem, além da construção de centros de serviços postais em locais estratégicos do país.

© SDC - Todos os diretos reservados.