Os encontros de Sarney com Lula e Flávio Bolsonaro

16 de abril de 2022

José Sarney virou oráculo nesses tempos de incerteza eleitoral. Além de Lula, recebeu recentemente Flávio Bolsonaro.

O filho do presidente foi tentar descobrir para onde os ventos da vitória estão soprando nesse ano, informa a revista Veja.

Lula

O ex-presidente Lula se encontrou na última segunda com caciques do MDB, em Brasília, entre eles o também ex-presidente José Sarney – que, mesmo afastado dos holofotes, mantém grande influência no partido. Os ex-ministros Aloizio Mercadante e Zequinha Sarney participaram da conversa.

O objetivo de Lula é desidratar a terceira via e angariar apoios do MDB para enfrentar Jair Bolsonaro (PL) na eleição presidencial de outubro.

Hoje o MDB tem a senadora Simone Tebet como pré-candidata à Presidência. Uma ala do partido formada por nomes como Renan Calheiros (AL), Eduardo Braga (AM), o ex-presidente do Congresso Eunício Oliveira e Vital do Rêgo (PB) se articula para que o MDB já apoie o Lula no primeiro turno das eleições.

Bolsonaro

Em junho do ano passado, Lula e Sarney tiveram um encontro em Brasília, uma semana após o pai de Roseana receber a visita do presidente Jair Bolsonaro (PL). Bolsonaro foi à casa de Sarney no ano passado pedir ajuda contra a instalação da CPI da pandemia e apoio contra Renan Calheiros (MDB). O que não prosperou.

Na época, enquanto a visita de Bolsonaro foi mantida sob sigilo, o encontro com Lula foi divulgado pelo petista. Lula postou uma foto ao lado de Sarney, ambos de máscara e fazendo um gesto de cumprimento.

Terceira via

José Sarney vê a polarização entre Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) como algo praticamente consolidado. “Candidato a presidente da República não se faz do dia para a noite. Obviamente, existem exceções”, diz ele. Sobre quem tem mais chances e o que fará o MDB, Sarney evita polêmicas: “Estou meio afastado. Não estou na militância política. Com 92 anos, não quero me meter mais, não vou entrar em nenhuma luta política. Já dei minha contribuição”, afirmou.

Publicado em Sem categoria

Flávio Dino diz que eleição no MA hoje é nacionalizada e não mais Sarney e anti-Sarney

16 de abril de 2022

O ex-governador Flávio Dino(PSB) avalia que a eleição no Maranhão estará inclusa no contexto da disputa nacional. Para ele, a disputa está aberta no estado e será a primeira vez, depois de muitos anos, que não haverá a dicotomia Sarney e anti-Sarney.

“É uma eleição bem aberta, hoje ainda, aberta, eu creio que nós venceremos, mas é uma eleição mais aberta, é uma eleição com uma feição diferente do que o Brasil se acostumou a ver em relação ao Maranhão, cuja a chave interpretativa era Sarney e anti-Sarney”, afirmou Dino à TV 247.

De acordo com Flávio Dino, é positivo para o Maranhão não ter mais esse antagonismo com candidatos da família Sarney.

“Desde 1975, e acho isso positivo para o estado, acho isso fruto de uma mudança de página, ciclo que se fechou, se encerrou, a chave interpretativa ou a dualidade não será essa. Eu acho que nós teremos inclusive uma eleição muito nacionalizada, muito lulismo, muito bolsonarismo, acho que isso é uma tendência nacional, inclusive, porque a eleição nacional já tem força, acho que pela sua característica que você tem dois candidatos fortes eu acho que a chave nacional vai ter um peso grande aqui no Maranhão”, analisou.

O ex-governador e candidato ao Senado prospecta também dois ou três candidatos bolsonaristas a governador e que Lula terá vários palanques não só no Maranhão como em todos os estados do nordeste. 

Publicado em Sem categoria

O jogo de cena de Roseana e a valorização do passe

28 de dezembro de 2021

A ex-governadora Roseana Sarney disse que ainda não retirou o seu nome da disputa para o governo. Em entrevista nesta terça-feira (28/12), a filha de Sarney disse que aguarda uma decisão do MDB. “Tem essa última pesquisa, meu nome ainda está aí. O MDB, o partido que eu presido disse que quer ver mais umas pesquisas, então ainda não retirei meu nome da disputa. Mas se você me perguntar: – Roseana, você quer novamente concorrer ao governo do estado? Eu vou dizer pessoalmente, que é uma decisão minha, não do grupo, não do partido; Eu não gostaria mais de me candidatar ao governo do estado. Eu gostaria de me candidatar à deputada federal porque foi lá que eu comecei”, afirmou à rádio Mirante AM.

Na verdade, Roseana será candidata a deputada federal, mas, dentro do script montado, apenas está valorizando o passe do seu grupo e do partido. Ela mesma reconhece que não tem condições de entrar na disputa para o governo, devido à falta de estrutura do seu grupo (acostumado a disputar as eleições com o poder da máquina dos Leões) e da alta rejeição do seu nome nas pesquisas. “Estou em fim de carreira e quero acabar na câmara porque eu acho que tenho uma experiência e eu tenho uma contribuição a dar não só para o nosso estado, mas para o país também”, admitiu.

Em relação ao nome que o MDB apoiará, Roseana revela que o partido tem conversado com todos. “Nós estamos conversando com todo mundo. Não há uma predileção, não existe uma preferência agora. É claro que no MDB você tem umas pessoas que já estão pró-Brandão, pró-Weverton e pró-Edvaldo, mas ainda não tem uma posição fechada o partido. E eu não tenho preferência por nenhum deles, todos estarão na mesa para a gente conversar. A minha preferência é pelo melhor projeto para o Maranhão”, explicou Roseana.

A preferência de Roseana é o projeto que atenda melhor seus interesses, da família e possa dar sobrevida ao que ainda resta do grupo Sarney.

Publicado em Sem categoria

Diante de especulações de rompimento, Othelino e Flávio Dino mantêm harmonia

4 de dezembro de 2021

Enganam-se redondamente aqueles que pensam que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PC do B), esteja em rota de colisão com o governador Flávio Dino.

Embora Othelino venha reiterando que apoia o projeto político do senador Weverton Rocha para o governo do Estado, ele mantém a palavra de que seu voto para o Senado é de Flávio Dino, que já se posicionou por um apoio ao vice-governador Carlos Brandão na corrida pela sucessão.

Especulações sobre rompimento de Othelino com o chefe do Executivo não passam de meros factoides. As relações políticas com Flávio Dino são amistosas e consolidadas.

Quem acompanha a cena política do Maranhão deve lembrar que em algumas de suas entrevistas, Othelino Neto, que teve seu nome colocado na bolsa de apostas para disputar o Senado, disse que poderia, sim, concorrer a uma vaga na Câmara Alta, desde que o governador Flávio Dino viesse a disputar  outro cargo. Ainda se especulava que o chefe do Executivo pudesse compor a chapa do ex-presidente Lula como candidato a vice-presidente.

O alinhamento dos dois pode ser observado em suas mais recentes movimentações. Na quinta-feira (02), por exemplo, Othelino participou de evento comandado por Flávio Dino para a entrega de três novas ambulâncias a prefeituras do interior do estado, sendo que uma delas, destinada à cidade de Marajá do Sena, foi indicação do presidente da Assembleia Legislativa.

Ambos voltaram a compartilhar o mesmo espaço nesta sexta-feira (03), desta vez no município de Vargem Grande. O chefe do Legislativo acompanhou  o governador na solenidade de reinauguração da Escola Santos Dumont, que também recebeu instrumentos musicais, na entrega de títulos de terras e de sementes selecionadas para agricultores.

Também não passa de boataria o que está sendo disseminado por alguns setores das redes sociais, dando conta  que Othelino estaria propenso a se filiar ao PL.

Nada disso, quem conhece a trajetória do dirigente do Legislativo Estadual sabe que ele sempre militou em siglas fora do eixo da direita.

Othelino também evoca o preceito constitucional de harmonia e independência entre os poderes para enfatizar que sempre houve essa respeitabilidade, tanto entre as instituições como entre ele e o governador.

Publicado em Sem categoria

Weverton revela seu posicionamento sobre tese de adiar escolha do candidato

12 de novembro de 2021

Ainda sem ter se manifestado, o senador Weverton disse que não há resistência de sua parte à tese de adiamento da escolha do candidato do grupo do governador Flávio Dino.

A informação foi dada pela jornalista Keith Almeida no JD1, programa de política e opinião que vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 13h15, na TV Difusora e rádio Difusora com John Cutrim, Adalberto Melo e Eduardo Ericeira.

Weverton disse que o presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto, que falou em primeira mão ao blog do John Cutrim que estaria aderindo à tese de adiar a definição do nome a governador, é um grande aliado e que, se essa for a decisão do grupo, acatará.

Dos pré-candidatos, somente o vice-governador Carlos Brandão não se pronunciou. Felipe Camarão e Simplício Araújo são favoráveis que o martelo deve ser batido só no próximo ano.

Publicado em Sem categoria

Deputado de Imperatriz convidado para ser vice na chapa de governador

12 de novembro de 2021

O deputado estadual Rildo Amaral foi convidado para compor como vice na chapa do pré-candidato a governador do PSD, Edivaldo Holanda Jr.

O convite foi feito por membros da coordenação de pré-campanha do ex-prefeito de São Luís.

“Ele foi convidado para se filiar a um partido que estará na base de apoio do Edivaldo e ser o vice”, disse ao blog do John Cutrim uma fonte muito próxima ao deputado Rildo Amaral. O assunto foi tratado no JD1, programa de política e opinião que vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 13h15, na TV Difusora e rádio Difusora.

Hoje no Solidariedade, Rildo, uma das fortes lideranças políticas de Imperatriz e da região Tocantina, tem convites para se filiar ao PSB, PSDB, PSD, PL e PDT. Se fosse hoje, o PSB seria o destino.

Publicado em Sem categoria

Com filiação de Bolsonaro no PL e provável vice do PP, André Fufuca diz que partido estará com Dino e Weverton

12 de novembro de 2021

O presidente nacional do PP, deputado federal André Fufuca garantiu, em conversa com o editor do blog, que o partido mantém o apoio à candidatura de Flávio Dino ao Senado e Weverton ao governo.

“Quem especula diferente disso, não conhece o PP. O partido segue com os candidatos a senador e governador já definidos”, declarou Fufuca ao blog do John Cutrim. O assunto foi tratado no JD1, programa de política e opinião que vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 13h15, na TV Difusora e rádio Difusora.

No próximo dia 22, o presidente Jair Bolsonaro se filia ao PL. O PP, partido que quase chegou a filiar Bolsonaro, deve indicar o seu vice.

No Maranhão, alguns aliados do pré-candidato a governador Josimar Maranhãozinho, presidente estadual do PL, acreditam que a aliança com o PP pode se repetir no Estado.

Publicado em Sem categoria

Exclusivo: Othelino Neto defende que candidato a governador de Dino seja escolhido só no próximo ano

11 de novembro de 2021
...

Em conversa exclusiva com o editor do blog, o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB) defendeu que a escolha do candidato a governador do grupo seja realizada apenas no próximo ano. O governador Flávio Dino, há pouco, disse que vai realizar, nas próximas semanas, uma reunião com o colegiado de partidos para ouvir sugestões sobre os caminhos de 2022.

“Anuncio, pela primeira vez, minha opinião e a defendo por entender que seja mais sensato deixarmos a escolha para 2022, no intuito de que haja mais tempo para construirmos o entendimento. Essa posição já é defendida por dois pré-candidatos, o Felipe Camarão e o Simplício Araújo”, disse Othelino, em primeira mão, ao blog do John Cutrim.

O presidente da Assembleia frisou que a tese de adiamento será discutida no ambiente adequado, quando for reunido o colegiado de partidos.

Vale ressaltar que o vice-governador Carlos Brandão e o senador Weverton ainda não se manifestaram sobre a possibilidade de a escolha ficar para o próximo ano.

Publicado em Sem categoria

Vice-presidente nacional do PT estará em São Luís para debater eleições

8 de novembro de 2021
...

O vice-presidente nacional do PT, Márcio Macedo, chega nesta quarta-feira (10), em São Luís. Na capital maranhense, o dirigente do Partido dos Trabalhadores conversará com petistas locais e pré-candidatos a governador.

De acordo com o presidente estadual do PT, Augusto Lobato, a vinda servirá para Márcio Macedo conhecer a conjuntura no estado. “Ele deve se reunir com o governador Flávio Dino e os pré-candidatos a governador”, disse Lobato ao blog do John Cutrim.

Presidente do PT em São Luís, o ex-vereador Honorato Fernandes afirmou que a visita é uma espécie de coleta de informações. “O PT nacional montou uma comitiva que está visitando os estados e conversando com as lideranças petistas de cada estado, conhecendo a conjuntura de cada um”, revelou ao blog.

Quanto ao direcionamento que o PT tomará no Maranhão, somente no encontro de tática marcado para o mês de março ou abril de 2022, quando a sigla definirá se terá candidatura própria ou aliança. Na semana passada, a executiva do PT/MA autorizou o secretário Felipe Camarão a fazer pré-campanha como candidato a governador do partido. A decisão será tomada somente no encontro do ano que vem.

Publicado em Sem categoria

Veja como cada deputado do Maranhão votou na PEC dos Precatórios

4 de novembro de 2021

Por 312 votos a 144, a Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira (4), em primeiro turno, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios. A proposta recebeu somente quatro votos a mais que os necessários (308) para aprovação de uma emenda à Constituição.

“Tivemos importantes 25 votos de partidos de oposição, de PSB e PDT”, afirmou o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), defensor e patrocinador da proposta. A PEC é a principal aposta do governo para viabilizar o programa social Auxílio Brasil — anunciado pelo governo para suceder o Bolsa Família.

A proposta adia o pagamento de precatórios (dívidas do governo já reconhecidas pela Justiça), a fim de viabilizar a concessão de pelo menos R$ 400 mensais aos beneficiários do novo programa no ano eleitoral de 2022.

Ao todo, 25 votos, dos 312, vieram de parlamentares de partidos de esquerda: 15 do PDT e dez do PSB. Depois de Ciro Gomes anunciar a suspensão de sua pré-candidatura à Presidência pelo PDT, o presidente do partido, Carlos Lupi, anunciou no Twitter que está acionando o STF contra a decisão de Arthur Lira que permitiu que parlamentares participassem de forma remota da votação da PEC dos precatórios.

Veja como votaram os deputados do Maranhão:

Votaram Sim (favorável à PEC)

Aluisio Mendes PSC

André Fufuca PP

Cleber Verde REPUBLICANOS

Edilázio Júnior PSD

Gastão Vieira PROS

Josimar Maranhãozinho PL

Josivaldo JP PODEMOS

Junior Lourenço PL

Juscelino Filho DEM

Marreca Filho PATRIOTA

Pastor Gildenemyr PL

Pedro Lucas Fernandes PTB

Votaram Não (contra)

João Marcelo Souza MDB

Bira do Pindaré PSB

Hildo Rocha MDB

Rubens Pereira Jr PC do B

Ausentes

Zé Carlos PT

Gil Cutrim Republicanos

Publicado em Sem categoria

Quem sou

Jornalista, comentarista político da Rádio e TV Difusora (SBT). Cobre os bastidores da política desde 2004 e atua nas áreas de comunicação e marketing.

Categorias
  • Sem categoria (13)
  • Conteudo deste blog é independente e de responsabilidade do Blogueiro.

    © SDC - Todos os diretos reservados.