Pelo menos uma vez por semana, Rússia tem atacado alvos de energia