Medida havia sido retomada em novembro; Conselho Federal de Medicina fez pedido para suspender obrigatoriedade.