Para assessor especial do presidente Lula, amplo interesse na reunião do Brics é sinal de “afirmação global” do bloco