O crime foi cometido em 2005. A vítima era Fábio dos Santos Barros, de 35 anos.