Bombardeios também atingiram a cidade de Lviv, deixando 90% dos moradores sem energia