Parlamentar explicou que fez a proposição com base na Constituição Federal, quando prevê o direito à propriedade privada