A Prioridade será para profissionais de saúde que lidam com a doença